Visitantes online

contador de visitas
,

Crianças são caixinhas de perguntas atômicas

quarta-feira, outubro 24, 2012

Filhos deveriam vir com manual de instruções... É cada saia justa que a gente se mete...

Hoje, relendo o diário de acontecimentos marcantes, escolhi este para dividir com vocês.



Um amigo meu, que é gay, veio até minha casa para conhecer minha família e meus filhos.
À noite eu e minha irmã conversávamos enquanto as crianças jogavam vídeo game. Eu comentei com ela que ele era gay, que vivia há mais de cinco anos com seu companheiro e que não dava pra acreditar, pois ele era um Deus grego. As crianças tão entretidas em bater o recorde do Mário Kart, que nunca pensei que eles pudessem estar prestando atenção à conversa.

No dia seguinte, meu amigo veio com seu companheiro. No preparo do almoço, todo mundo com a mão na massa, papo animado, crianças na piscina... Tudo perfeito.



De repente os dois saem da piscina para pegar barquinha com maionese e refrigerante e soltam uma bomba: "Mamãe, esse amigo aí que você falou ontem que é gay? Você falou tanto de gay e não explicou o que é. O amigo dele também é gay?"

Maria mãe de todos os santos, queria que o chão se abrisse e me engolisse. Fiquei minutos que pareceram horas, tentando achar uma resposta.

Respondi: "Gay é mulher que gosta de namorar com mulher e homem que gosta de namorar com homem."

Crianças: "Ah só isso? Achamos que era algo mais grave. Então eles dois são namorados? Do jeito que a TV fala, pensamos que era crime, que pode até ir pra cadeia!"

Respondi: "Sim, eles são namorados e moram juntos há cinco anos. E ser gay não é crime nenhum."

Crianças: " Que legal!"

Eu já estava vendo a hora eles perguntarem algo do tipo: 
- Vocês vão ter filhos?
- Vocês beijam na boca?

Mas para minha sorte, eles se mandaram.

Então pedi desculpas ao meu amigo, expliquei o que eu e minha irmã estávamos comentando na noite anterior, que ele era lindo demais e que era um pecado ser gay. Ele disse: "Ângela, imagine. Melhor explicação que já ouvi que foi dada para crianças. Você percebeu que eles acharam normal? Quem impõe o preconceito são os adultos."

E é verdade. Os pais tem uma visão preconceituosa e acabam passando para seus filhos.

Que bom. Tivemos um dia ótimo. As crianças nunca mais perguntaram o que era gay.

O tempo passou, e um belo dia eles chegam da escola: "Mamãe, o que é sexo?"

Ai, ai, ai... 
Respondi: "Sexo é uma palavra. Quando você vai ao médico, não tem que preencher uma ficha com nome, endereço, telefone, etc? Lá tem a palavra sexo. Se for homem coloca masculino e se for mulher coloca feminino. Isso é para pessoas. No reino animal a gente usa macho e fêmea."

Crianças: "Ah tá, porque tem gente que não quer falar que é gay né? Por causa do preconceito?"

Eu respondi: "É isso mesmo."

Assunto encerrado. Psicóloga da escola diz que se não perguntam mais, é porque está tudo resolvido.

Achei que já tinha passado por tudo, quando um dia chego com os dois da escola e eles entram correndo. Vão para o quarto e ficam horas lá conversando. Achei que estivessem jogando algo, brincando com a Cherry... Sei lá.

Eu estava na cozinha preparando o jantar, quando os dois aparecem e Bárbara dispara: 

"Mamãe, hoje na escola eu aprendi o que é sexo e não é nada daquilo que você nos falou."

Eu perguntei: "Ah não? Então explica pra mamãe o que você aprendeu sobre sexo?"

Ela responde: "Acho que não precisa né? Como você acha que você fez eu e o Ives?"


Eu quase infartei... Fiquei sem reação.

Ives: "Nossa, você fez sexo com o papai três vezes. Porque você teve a Bárbara, eu e perdeu um. Nossa!!!! O vovô fez cinco vezes com a vovó, pois eles tiveram cinco filhos. Que coragem!!! Que nojo!! Eu nunca vou fazer sexo na minha vida."

Eu fiquei morta de vergonha né? Fiquei pensando o que se passava na cabecinha deles. Meu filho associou o fato de fazer sexo para ter filhos. Aff... E durante alguns dias os comentários eram: o pai de fulano fez sexo uma vez só, porque só tem um filho... E assim por diante. Será que esses dois seres saíram de dentro de mim?

Foram vários dias de muitas perguntas. Porque as pessoas fazem sexo? Porque não jogam vídeo game? Brincam de queimada? Ou sei lá o quê?

Sempre tratei de responder tudo que me perguntassem. Depois, tudo passou. Estou me preparando para as próximas...


Leia Também

0 comentários

Seu comentário é muito importante!
Obrigada

Os mais lidos

Meu canal no Youtube

Loading...