Visitantes online

contador de visitas

Matt Hamill, lutador surdo de MMA, continua invicto

segunda-feira, julho 20, 2015

Lutador surdo do UFC desconsidera vitória sobre Jones: 'Ainda é invicto'

Único a bater o campeão, Matt Hamill acha desclassificação justa, mas não triunfo legítimo. Ele recorda tempos de bullying no colégio por não escutar


Um surdo de nascimento que superou o bullying para se tornar lutador profissional e chegar à maior organização de MMA do mundo. A dramática vida de Matt Hamill daria uma bela história de cinema. E deu, de fato, tanto que o filme "The Hammer" (O Martelo, em português), apelido dele, foi lançado em 2010. Mas as proezas de Hamill não param por aí. Um ano antes, ele passou a ser o único até hoje a vencer Jon Jones, atual campeão meio-pesado (até 93kg) do Ultimate. O lutador, no entanto, não acha que o triunfo foi legítimo por ter ocorrido por desclassificação do adversário:
- Não considero. Não mesmo. Para mim, o Jon Jones ainda está invicto. Espero poder lutar contra ele de novo para termos uma luta limpa - disse em entrevista ao Combate.com.
Matt Hamill UFC MMA (Foto: Ivan Raupp)Matt Hamill é surdo e lutador do UFC (Foto: Ivan Raupp)
Na ocasião, Jon Jones aplicou diversas cotoveladas ilegais em Matt Hamill. O americano de 36 anos acredita que aquela decisão do árbitro foi correta:
- A desclassificação aconteceu de forma muito rápida. O Jon Jones me botou para baixo e meu ombro saiu do lugar, aí fiquei impossibilitado de me defender. Mas eu não iria desistir. Ele tentou achar um meio de me destruir com as cotoveladas e ficava olhando para o árbitro para que encerrasse a luta. Só que o árbitro não concordou e dizia que eu ainda estava vivo. Acho que foi uma decisão justa, porque as cotoveladas foram ilegais.
Eu sofria muito bullying na escola quando era pequeno por não escutar, aí batia nos garotos, então meu padrasto me colocou no wrestling para acalmar meus ânimos. O wrestling me ajudou a ser uma pessoa calma, a ter foco e a aprender sobre mim. Toda vez que lutava eu me transformava"
Matt Hamill
Polêmica com Jones à parte, Matt Hamill é um exemplo de garra e superação. Ele recebeu a reportagem em Barueri-SP, onde enfrentaThiago Silva nesta quarta, e contou com a ajuda de um intérprete para a linguagem de sinais nas perguntas. Nas respostas, falou em voz alta e com dicção razoável, fácil de entender somente para quem convive com ele.
Surdo de nascimento, Matt aprendeu a ler, escrever e falar quando ainda era garoto, por insistência do avô e da mãe, que não queriam que ele fosse tratado de maneira diferente das demais crianças. Mas sua condição fez com que ele fosse alvo de bullying, e aí que entraram as artes marciais na vida de Hamill, mais precisamente o wrestling (luta olímpica).
- Não teria chegado aqui sem minha família. Eles sempre me apoiaram muito e me ajudaram a me tornar quem eu sou. Sou feliz assim. Meu avô e minha mãe sempre quiseram me tratar como uma pessoa normal. Eu sofria muito bullying na escola quando era pequeno por não escutar, aí batia nos garotos, então meu padrasto me colocou no wrestling para acalmar meus ânimos. O wrestling me ajudou a ser uma pessoa calma, a ter foco e a aprender sobre mim. Toda vez que lutava eu me transformava, porque não via nenhuma desvantagem em relação aos outros nessa hora.
Matt Hamill, tradutor e Bruno Tostes UFC MMA (Foto: Ivan Raupp)Brian Paille faz linguagem de sinais para Hamill (Foto: Ivan Raupp)
Por conta do seu bom desempenho no wrestling, Hamill ganhou bolsa em uma universidade, mas não deu continuidade basicamente por causa da surdez. Para entender o que o professor falava, ele precisava fazer leitura labial detalhada, mas o professor tinha que dividir a atenção com todos os demais alunos da classe. Após tirar notas baixas, o adolescente desistiu. Depois surgiu uma oportunidade em uma universidade especial para surdos, onde Matt se formou em engenharia mecânica. A essa altura ele já havia aprendido a linguagem de sinais.
De lá para cá, Hamill teve uma oportunidade na terceira temporada do reality show The Ultimate Fighter, quando só tinha uma luta profissional, e se saiu bem. Ele não seguiu na casa por motivo de lesão, mas acabou contratado pelo UFC. Casou-se duas vezes, ambas com companheiras também surdas, e teve uma filha normal com cada. Com um cartel de 11 vitórias e quatro derrotas, Matt ficou famoso, o que não é exatamente um problema:
- Você quer ser uma celebridade ou uma pessoa normal? Eu me coloco no meio. Muita gente para na minha casa para tirar foto comigo, por isso não consigo ser um cara normal. Só quero ser eu mesmo e me tornar o melhor lutador do mundo.
Jon Jones na luta do UFC contra Matt Hamill (Foto: Getty Images)Jon Jones acerta cotoveladas ilegais em Matt Hamill (Foto: Getty Images)
Após perder seguidamente em 2011 para Rampage Jackson e Alexander Gustafsson, Hamill anunciou a aposentadoria. Voltou atrás um ano depois, especialmente pela filha mais velha, Tierra:
- Várias coisas aconteceram, mas quem me fez voltar foi minha filha. Ela pedia para eu voltar. Quando resolvi algumas coisas de família, resolvi voltar. Fiquei um pouco enferrujado na luta contra o Roger Hollett, mas posso fazer bem melhor do que aquilo. Pelo menos eu venci. Pretendo continuar subindo na categoria.
Várias coisas aconteceram, mas quem me fez voltar foi minha filha. Ela pedia para eu voltar"
Sobre a volta da aposentadoria
Nesta quarta, Hamill terá pela frente o brasileiro Thiago Silva no UFC em Barueri-SP. Ele acha que ainda está longe de uma disputa cinturão e já traçou seu caminho das pedras:
- Tem que ser uma coisa de cada vez. Nem sou top 10 ainda. Nem o Thiago Silva é. Mas estou pronto para o próximo passo, seja Phil Davis, Shogun, Ryan Bader... Quero enfrentar esses caras para poder escalar rumo ao top 5.
Fã de futebol americano, Hamill está doido para ir a um jogo de futebol no Brasil. Incentivado por seu treinador brasileiro de jiu-jítsu, Bruno Tostes, ele foi "obrigado" a virar torcedor do Atlético-MG:
- A gente ia a Belo Horizonte para ele conhecer minha família, mas ficou muito em cima da luta. Nós decidimos voltar em janeiro para mostrar a cidade a ele e talvez levá-lo ao jogo do Galo (risos). Ele já é atleticano. Não vou dar opção para ele - disse Bruno.
Com Hamill há sete anos, Bruno Tostes ensinou algumas palavras em português a Matt, que agora sabe pronunciar "obrigado", "fome" e "água". Os dois treinam juntos no estado de Nova York e são grandes amigos, o que refletiu em suas famílias:
Matt Hamill e Bruno Tostes UFC MMA (Foto: Ivan Raupp)Matt Hamill com o treinador, amigo e atleticano Bruno Tostes (Foto: Ivan Raupp)
- A gente construiu uma relação muito forte pelo fato de ele ser uma pessoa muito boa. Falo não só como técnico e professor de jiu-jítsu, mas como amigo, família. A gente está criando as filhas juntos, as esposas se conhecem. Nós passamos muito tempo juntos sem ser nos tatames.
Bem-humorado, Hamill brincou com o fato de não poder escutar as vaias do público brasileiro, que certamente torcerá por Thiago Silva. Ao mesmo tempo, existe o lado negativo de não ouvir as instruções do córner. Por isso, Bruno terá de guardar tudo que tem para falar e ser pontual e preciso nos intervalos dos rounds, onde terá a ajuda do intérprete da linguagem de sinais. O brasileiro e Hamill, na verdade, costumam dizer que se comunicam por energia.
Com Matt Hamill no card principal contra Thiago Silva e Bruno Tostes como head coach do americano, o "UFC Fight Night no Combate: Maia x Shields" será realizado nesta quarta-feira, a partir das 18h (de Brasília), em Barueri-SP. O canal Combate transmite o evento ao vivo, e oCombate.com acompanha todos os detalhes em Tempo Real. O site também transmite ao vivo o primeiro duelo do card, entre os estreantes Alan Nuguette e Garett Witheley.
UFC Fight Night no Combate: Maia x Shields
9 de outubro, em Barueri (SP)
CARD PRINCIPAL
Demian Maia x Jake Shields
Erick Silva x Dong Hyun Kim
Thiago Silva x Matt Hamill
Fábio Maldonado x Joey Beltran
Rousimar Toquinho x Mike Pierce
Raphael Assunção x TJ Dillashaw
CARD PRELIMINAR
Ildemar Marajó x Igor Araújo
Yan Cabral x David Mitchell
Iliarde Santos x Chris Cariaso
Alan Nuguette x Garett Whiteley

Leia Também

0 comentários

Seu comentário é muito importante!
Obrigada

Os mais lidos

Meu canal no Youtube

Loading...